Uma das opções para trabalhar em casa é fazendo trabalho de assistente virtual, conhecido também como assistente remoto.

Nos últimos anos a opção de trabalho remoto no Brasil vem sendo destaque, principalmente após a crise econômica de 2015, onde muitas empresas reduziram seu quadro administrativo e o trabalho remoto veio ao encontro das suas necessidades.

Em um ambiente de escritório na empresa, um assistente administrativo tradicional trabalha sobre a demanda da empresa, cumpre o horário administrativo determinado pela empresa.

Um assistente virtual desempenha as mesmas tarefas, porém remotamente.

As empresas estão cada vez mais se conscientizando que a opção de assistência virtual traz muitos benefícios para a empresa e estão aderindo a essa modalidade de trabalho.

Ao contrário do que muitos pensam, criar um negócio próprio de assistência virtual não é complicado, além de ser muito atrativo pelo baixo investimento.

Saber os passos que deve seguir para criar seu negócio próprio e trabalhar em casa como assistente virtual, fará toda diferença para alcançar o sucesso.

Então, siga esse guia e descura Como ser Assistente Virtual e Trabalhar em Casa.

Assistente Virtual – O que é e o que faz?

O assistente virtual é o profissional qualificado em trabalhos administrativos que oferece seus serviços administrativos às pequenas, médias empresas e empreendedores digitais.

O trabalho de assistente virtual é desempenhando remotamente, sem a necessidade de comparecimento no local físico do contratante, ou seja, sem a necessidade de estar presente no local físico da empresa.

Possui em seu portfólio uma ampla variedade de tarefas. Na verdade os serviços que o assistente virtual pode oferecer são inúmeros e todos dependem da sua experiência, habilidade e treinamento em rotinas administrativas.

Tarefas comuns para um Assistente Remoto

– Fazer e atender ligações

– Enviar, recepcionar correspondências por e-mail

– Agendamento de compromissos

– Gestão e organização de viagens

– Escrituração contábil

– Edição

– Redação

– Transcrição

– Design de site

– Marketing

– Gerenciamento de Blogs

– Gerenciamento de Projetos

– Desing gráfico

– Suporte técnico

– Atendimento remoto ao cliente

– Processamento de pedidos on-line

– Gerenciamento de mídia social, etc

Assistente Remoto – Funcionário ou dono do seu negócio próprio?

O assistente Virtual pode trabalhar como funcionário ou criar seu negócio próprio.

1 – Sendo Funcionário

A grande vantagem nessa opção é que o assistente virtual não precisa investir dinheiro para iniciar ou encontrar seus próprios clientes, porém sua remuneração, as horas de trabalho e seu trabalho serão mais restritos.

Fique atento a modalidade de contrato, pois dependendo da modalidade é considerado como trabalho autônomo e nesse caso é necessário recolher impostos.

2 – Negócio próprio

Quando você trabalha como prestador de serviços na modalidade de negócio próprio, você tem mais flexibilidade com agendamento, escolhas de clientes, serviços e precificação do seu trabalho. Por outro lado, você terá que procurar e encontrar seus clientes, além de pagar impostos como autônomo.

Essa é a modalidade mais comum no Brasil e que vem crescendo exponencialmente.

O que você precisa para começar um negócio de Assistência Virtual

Para criar um negócio próprio de assistência virtual, é relativamente fácil pois os custos iniciais são baixos.

Você precisará de um telefone fixo ou celular; um computador, impressora, acesso à internet e de preferência um site para divulgar seus serviços, divulgar seu negócio e alcançar mais clientes.

Onde Encontrar Trabalho para Assistente Virtual?

Atualmente encontramos diversos sites que disponibilizam trabalho/serviços  em home office e dentre elas encontramos opções para assistente virtual.

Confira a lista nesse artigo : 10 OPÇÕES DE TRABALHO EM HOME OFFICE

Algumas sugestões para conseguir clientes:

– crie seu portfólio de serviços e entregue para pequenas e médias empresas na sua região;

– crie uma página de negócios no Facebook, a fan-page. Divulgue seu trabalho e disponibilize seus contatos;

– crie um perfil comercial no Instagram;

– crie um perfil profissional no Linkedin;

– crie seu próprio site e divulgue nele.

Quanto Ganha um Assistente Virtual

O potencial de ganhos como assistente virtual é ilimitado. 

No primeiro momento você pode até pensar que tem poucas opções e só pode trabalhar por um período de horas a uma taxa específica acordada com seu cliente. Entretanto, fazendo algumas pesquisas, descobri que os melhores assistentes virtuais recebem mais ofertas de trabalho do que podem realizar.

Como iniciante o ideal é você colher avaliações positivas de seus clientes e criar um portfólio, para assim atrair mais clientes para seu negócio.

Os ganhos de um assistente virtual variam de acordo com os serviços prestados, tempo dedicado às tares e região. Esses ganhos podem variar entre R$ 1500,00 e R$ 5000,00 ou mais por mês dependendo da quantidade de horas dedicadas.

Você pode cobrar por serviços, por hora dedicada ao serviço, por tarefa específica, por projeto, por pacote de serviços, etc.

Nesse vídeo eu falo um pouco mais sobre precificação do trabalho de assistente virtual.

Como criar seu negócio próprio de Assistente Remoto

Quer começar seu negócio próprio em casa e trabalhar como assistente virtual?

Como qualquer outro tipo de negócio em casa, o primeiro passo é buscar conhecimento, aprender as melhores técnicas para desempenhar um trabalho remoto: rotina, tarefas, arquivamento, etc.

O negócio próprio de assistência virtual não foge disso.

Qual treinamento estudar para ser Assistente Virtual?

Se você tem habilidades administrativas e tem o desejo de trabalhar remotamente, sugiro estudar o Curso Como ser Assistente Virtual.

Esse é um curso online, ministrado por uma por uma assistente virtual de sucesso, a Camile Just.

Camile Just desempenha serviços de assistência virtual há mais de _ anos e ensina pessoas que desejam trabalhar em casa remotamente.

Confira o que você vai aprender dentro do Curso Como Ser Assistente Virtual.

 

Seu Negócio Próprio de Assistência Virtual em 3 PASSOS

1. Escolha um nicho.

Como mencionei anteriormente, existem inúmeros tipos de serviços que você pode oferecer. Você pode trabalhar com um público amplo ou específico.

Um público amplo, requer uma variedade de trabalhos em segmentos diferentes, porém quando você define o nicho de mercado que deseja trabalhar, o público para quem deseja trabalhar, seu negócio tende a ser mais lucrativo.

Escolher uma especialidade, o fará buscar conhecimento para desenvolver seus trabalhos e consequentemente o tornará um especialista nela. Com isso suas chances de se destacar e ter um negócio lucrativo são maiores.

2. Construa um site.

Para ser competitivo na área de assistência virtual, você precisa ter um website.

Ter uma presença on-line o ajudará a atrair mais clientes, mostrar seu trabalho, listar seus serviços, compartilhar depoimentos de clientes além de parecer mais profissional.

Após criar um site, liste todas as suas habilidades e serviços.

Inclua exemplos, depoimentos de clientes aos quais você já executou trabalhos. Se você está iniciando e ainda não tem cliente, apresente o portfólio de serviços que você oferece e exalte suas especialidades.

Se criar um site é bicho de sete cabeças para você, hoje é possível encontrar diversos sites e profissionais que prestam serviços de criação de sites.

3. Divulgue seu negócio.

Com seu site funcionando, é hora de buscar e se conectar com clientes em potencial.

Alguns especialistas acreditam que você deve acompanhar de cinco a dez novos clientes por dia até ter um fluxo constante de clientes em seu portfólio.

Para alcançar novos clientes e divulgar seu negócio, confira algumas formas:

– Mídias sociais como Facebook, Instagram, Linkedin, Pinterest, etc

– Grupos no Facebook

– E-mail marketing

– Publicidade em vídeos

– Participação em fóruns

– Anúncios pagos no Facebook, Instagram, Google, etc

Como ser um Assistente Virtual e Trabalhar em Casa na PRÁTICA

Como assistente virtual, seu objetivo principal através do seu trabalho é ajudar outros empresários a expandirem seus negócios.

 É um trabalho recompensador, um trabalho feito por propósitos, por isso você deve estar disposto(a) a dar sempre o melhor de si.

 Por outro lado, não esqueça que você também está construindo seu negócio próprio e para isso você precisa aprender a definir suas metas e administrar seu negócio para que ele traga o resultado almejado.

 Se você está decido (a) a montar seu negócio próprio e trabalhar em casa como assistente virtual, você precisa aprender os passos para ter sucesso   trabalhando remotamente.

 Tudo que você precisa saber sobre o trabalho de assistente virtual, você encontra no melhor curso online do Brasil, o Curso Como Ser Assistente Virtual.

>>>CLIQUE AQUI<<< para conferir tudo o que o curso ensina.

Essa sem dúvida é a melhor decisão de montar um negócio próprio para trabalhar remotamente.

Considerações Finais

Criar seu próprio negócio de assistente virtual e trabalhar em casa, pode parecer um sonho distante, porém se você der o primeiro passo fará toda diferença para fazer esse sonho se tornar realidade.

Enfim, reúna as dicas passadas aqui, acrescente suas habilidades e seja um Assistente Virtual de sucesso.

Quer deixar sua dúvida para mim?

Escreva nos comentários e compartilhe esse post com seus amigos.